Você está em: SERVIÇOS / TRATAMENTO COM OZÔNIO / SOBRE O OZÔNIO

Sobre o Ozônio


Na natureza existe um ciclo do oxigênio assim como existe um ciclo da água. O oxigênio é liberado dos vegetais durante fotossíntese. O oxigênio é mais leve que ar e flutua na parte mais elevada da atmosfera. Na região de 20 à 30 km de altura, a forte radiação ultravioleta liberada pelo sol transforma o oxigênio (O2) em ozônio (O3).

A produção de ozônio na atmosfera e dependente da quantidade de energia liberada do sol. Durante a noite e nos pólos da terra durante o inverno não há ozônio, pois não há energia solar. O ozônio é produzido constantemente na alta atmosfera quando exposta a luz solar (UV).

O ozônio (O3) é uma molécula composta por três átomos de oxigênio. Forma-se quando as moléculas de oxigênio (O2) se rompem devido à radiação ultravioleta, que separa os átomos combinam-se individualmente com outras moléculas de oxigênio formando o ozônio.

O ozônio é o oxidante natural mais poderosos do planeta, reage com poluentes, elimina cor e odor e ainda possui a capacidade de reduzir ou eliminar a carga microbiana.

O ozônio gerado desta forma existe como uma camada muito fina na atmosfera (camada de ozônio) e proteje a terra da porção do espectro dos raios ultra violeta que são absorvidos durante a conversão oxigênio em ozônio. Neste movimento descendente ocorre a reação do ozônio com qualquer poluente que ele encontre, oxidando moléculas e limpando o ar terrestre.

Por esse poder em degradar outras moléculas fez com que o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento decretou em Janeiro de 2008, a instrução Normativa n°2 obrigando as empresas de aviação agrícola tratarem seus efluentes contaminados com agrotóxicos com ozônio, descartando ao meio ambinte efluentes já descontaminados.

Por ser uma molécula altamente instável, depois de formado dura pouco tempo na atmosfera, após alguns minutos se decompõe novamente em oxigênio que faz o ozônio se uma alternativa 100% ecológica.

Outra forma de se criar o ozônio naturalmente é através de tempestades, raios e relâmpagos. Este ozônio é o responsável pelo maravilhoso aroma fresco depois da chuva é mais uma ferramenta do sistema natural de auto-limpeza que nos é oferecido pela natureza.

Todo o aprendizado na aplicação do ozônio na área industrial nada mais é, do que reproduzir o que já é feito na natureza, portanto, trata-se de um processo natural, seguro, limpo e economicamente viável.

 

História do Ozônio